O lutador brasileiro José Aldo fez participação especial no programa \\\"Extraordinários\\\", do SporTV, na noite de domingo. Nos bastidores, o ex-campeão dos pesos-penas do UFC estava bem humorado e com a língua afiada, dentro do clima do programa. Ao ser indagado sobre se havia assistido à vitória de Nate Diaz sobre Conor MCGregor, na véspera, \\\"Scarface\\\" ironizou:

- Não. À noite eu fico vendo Sexy Hot, cara - soltou, mencionando o canal à la carte de conteúdo adulto. Informado que a entrevista estava sendo gravada e que a declaração seria usada, Aldo não recuou:

- Não tem problema, assisto mesmo! (Risos)

Se viu o combate ao vivo ou não, José Aldo soube do resultado em instantes, bombardeado por mensagens de amigos contando e comemorando a derrota de McGregor, algoz do manauara em dezembro passado. Minutos depois, o lutador se manifestava nas redes sociais com um post desafiando o irlandês a uma revanche pelo cinturão dos pesos-penas em julho, no UFC 200.

- Já sabia que ia acontecer aquilo, estava só esperando. Quando soube, na hora não pensei duas vezes, já postei logo (no Instagram), sabia que era isso que ia acontecer. Vi (depois a luta). Falei tempos atrás que até o final do ano ele não vai ter nada, nem o cinturão.

Apesar do post, José Aldo sabe que sua revanche não está garantida e, por isso, faz campanha. Mesmo tendo se mantido invicto por 10 anos e reinado sobre os pesos-penas do UFC por cinco anos, o manauara tem a concorrência do americano Frankie Edgar, desafiante número 1 da categoria, para ser o próximo adversário de McGregor. O brasileiro ofereceu seus argumentos para que receba uma nova chance à frente do ex-campeão dos leves.

- Primeiramente, falo: como que vão casar uma luta com Frankie Edgar, sendo que o Frankie é o primeiro que sempre lutou fazendo revanche em cima de revanche. Se você for ver a carreira dele, repetiu três lutas com um, duas lutas com outro, duas lutas com outro, então não vejo como botar isso na minha frente, principalmente eu sendo campeão dominante por anos. Até então, eu era o único campeão do peso-pena que teve, antes de perder para o McGregor. Não tem como querer passar à frente. Frankie Edgar é um bom lutador, respeito ele, mas tem que esperar a vez dele, que não é agora. Espera primeiro, depois que eu vencer o McGregor a gente faz uma revanche - analisou.

Para um possível reencontro com o rival irlandês, José Aldo não pretende mudar nada, exceto o resultado negativo em 13 segundos. O ex-campeão segue atribuindo a derrota a uma fatalidade e descartou ter absorvido alguma coisa da atuação de Nate Diaz para aplicar em sua estratégia.

- Com o Conor McGregor, já tenho tudo na cabeça, não preciso fazer ou não fazer (algo diferente). Ele deu sorte de acertar um bom golpe e pegou na ponta do queixo, onde qualquer um sente e poderia acabar a luta. Mas isso é igual ao cometa Halley, só aparece de 100 em 100 anos (Nota do editor: na verdade, o Halley passa próximo à Terra a cada 75 ou 76 anos). Ele acertar outro desses, nunca mais. É como disse antes, não vejo nada demais nele, pode ser um bom lutador, mas não tem nada demais (...). Vou pegar de volta (o cinturão). Vi Georges St-Pierre perder e recuperar o cinturão logo na revanche, e isso, para mim, é o que vai acontecer.

fonte: sportv.globo.com/

 

 

Postado por ATB    07/03/2016 em Curitiba-PR

todas notícias

Av. Presidente Affonso Camargo, 2849 | Cristo Rei, Curitiba-PR (BRA) | +55 41 3079 1001 | +55 41 99505 6039 | contato@thaibrasil.com


© 2017 Academia Thai Brasil. All rights reserved | Design by Grupo Voxx